ACESSIBILIDADE: A- A A+ CONTRASTE

PREFEITURA DE MIRACEMA ADQUIRE APARELHO IMPORTANTE PARA BEBÊS

Por Ascom / Em 04/09/2018

           


Prezando o bem estar da saúde das crianças de Miracema, a atual administração municipal adquiriu um aparelho chamado otomissor, responsável pela realização do teste da orelhinha. O resultado do exame sai na hora.

Outra novidade é a realização do teste da linguinha. Infelizmente os exames mencionados não existiam no município, ocasionando prejuízos incalculáveis a saúde dos bebês.

A fonoaudióloga   Danuse Ronzei, funcionária capacitada para o serviço, é a responsável por realizar todos os procedimentos.

TESTE DA ORELHINHA

A audição é um dos sentidos mais importantes para o desenvolvimento completo da criança. O bebê já escuta desde bem pequeno, antes mesmo de nascer, por volta do quinto mês de gestação. Ele ouve a voz e os sons da mãe.

O QUE É?

O teste da orelhinha é um teste de rastreamento preciso e conduz a identificação precoce e tratamento da perda auditiva nas crianças. Todos os infantes devem ser rastreados antes de completar o primeiro mês de vida.

O Teste da Orelhinha ou "exame de emissões otoacústicas evocadas", é o método mais moderno para constatar problemas auditivos para recém-nascidos. Ele consiste na produção de um estímulo sonoro e na captação de seu retorno por meio de uma delicada sonda introduzida na orelhinha do bebê. É rápido, seguro e não dói nadinha! O bebê pode realizar o teste dormindo ou acordado.

COMO É FEITO?

Apesar do nome ser parecido com o teste do pezinho, não é preciso fazer nenhum furinho na orelha! 
O exame é simples, consiste na colocação de um fone na orelha do bebê, que emite sons de fraca intensidade e simultaneamente recolhe as respostas que retornam da orelha.

TESTE DA LINGUINHA

O QUE É?

É um exame que será realizado por qualquer profissional da saúde em recém-nascidos. O objetivo é detectar alterações no frênulo, a menbrana que liga a língua à parte inferior da boca.

COMO FUNCIONA?

Verifica-se a elevação da língua do bebê, analisando se está presa e também se o bebê está chorando e sugando normalmente. O Ministério da Saúde afirma que ainda vai padronozar o teste, mas fonoaudiólogas seguem protocolos existentes na literatura acadêmica.

O QUE PREVINE?

Limitações dos movimentos da língua causadas pela língua presa, o que pode comprometer as funções que a língua exerce, como sugar, engolir, falar e mastigar. Previne ainda dificuldades na amamentação, possível perda de peso e desmame precoce.

VEJA FOTOS




Outras notícias