REUNIÃO PÚBLICA COM SERVIDORES ONTEM EM MIRACEMA

Por Ascom / Em 13/02/2019

           


Ontem foi realizada uma reunião pública com servidores municipais ativos, inativos e pensionistas, vereadores e membros do poder executivo para tratar de assuntos relacionados ao fundo de previdência social dos servidores de Miracema. O Prefeito Municipal Clóvis Tostes, falou sobre a necessidade de reestruturar o fundo de previdência, para transformá-lo novamente em uma autarquia, para que se tenha mais autonomia, menor burocracia para se fazer aportes financeiros, inclusive de imóveis do município, para o restabelecimento financeiro do fundo de previdência, e para maior agilidade administrativa e compartilhamento de responsabilidade com os servidores, visto que, esse órgão é de interesse privativo dos servidores municipais. O prefeito Clóvis Tostes e o Sr. Edimilson, explicaram de forma simples e de fácil entendimento, sobre como foram gastos o saldo de cerca de quase 8 milhões encontrados no fundo durante o início da intervenção e sua aplicação. Explicaram também sobre o que é e como ocorrerá a Compensação Previdenciária com o INSS.

O prefeito municipal abriu o microfone para perguntas dos presentes, e respondeu-as firmemente mostrando com fatos verídicos e com a ajuda de dados coletados por toda a equipe da Previ Miracema e do Sr. Edimilson, as dificuldades encontradas tanto na parte administrativa, como na esfera financeira. Disse ainda que, o governo atual diferentemente de governos anteriores, não está se esquivando e deixando a bola de neve da previdência dos servidores municipais para futuros governos, mas sim, está fazendo o possível para resolver e dar uma solução definitiva ao problema da previdência dos servidores. Também falou que, dentre os aportes que o fundo de previdência municipal receberá, está o prédio onde funciona a Previ Miracema, que por conta do uso irregular da taxa de administração, tanto na construção do prédio, como após sua construção, geraram uma dívida que ultrapassa muito o valor de mercado do prédio.

Indagado sobre as atitudes tomadas sobre a quem causou prejuízo ao fundo de previdência dos servidores municipais, o prefeito respondeu prontamente que já notificou todos os órgãos fiscalizadores e investigativos e tomou todas as medidas judiciais cabíveis, portanto, agora cabe a esses órgãos tomarem as medidas necessárias para qualificar, processar e julgar os responsáveis pelo prejuízo, e assim, os fazer devolver aos cofres do fundo os prejuízos causados.

Outras notícias